POLÍCIA CIVIL TRABALHA NA LINHA DE INVESTIGAÇÃO QUE IRMÃO DE EX-JOGADOR É SUSPEITO DE ASSASSINAR DOIS ARAXAENSES

 

A Polícia Civil realizou interceptadas Ligações telefônicas com autorização da Justiça, onde mostram que o homem, de 43 anos, preso na última quinta-feira do dia (6) a forte indiciosos de matar os dois primos queimados em um carro, na Zona Rural de Passos, no Sul de Minas, no último dia 23 de fevereiro, mostram que o suspeito do crime foi contratado para cobrar das vítimas uma dívida da compra de cigarros ilegais trazidos do Paraguai.

 

 

De acordo com as investigações o homem, que é irmão do ex-jogador de futebol Fernando Baiano, teria marcado de se encontrar com as vítimas junto de um comparsa, de 39 anos, que está foragido, a pedido de fornecedores de cigarros do Paraguai. “Ele recebe cerca de 20% de todas as dívidas por ele cobradas e aqui em Passos não foi diferente. Porém, na hora da negociação houve um desencontro e eles acabaram matando as vítimas”, disse o delegado Marcos Pimenta, da Polícia Civil.

 

Ainda conforme informações o Hugo Leonardo de Castro, de 34 anos, e de Gabriel Filipe Silva, de 21 anos, eram de Araxá, Minas Gerais. O Jornal Imprensa Regional esta acompanhando esse caso de perto, após o assassinado das doas vítimas, os corpos dos primos foram encontrados conforme uma denúncia anônima ao “190”, no último dia 23 de fevereiro. Os rapazes estavam dentro de um carro, a guarnição que chegou no local para atender essa ocorrência visualizou um deles no todo carbonizado dentro do porta-malas, a policia acredita que andes de colocar foco as vitimas já estava sem vida. Devido ao estado dos corpos, das vítimas precisaram ser mandado para Capital Mineira, onde fizeram exames no instituto de criminalística da Polícia Civil.

 

 

Segundo o delegado Marcos Pimenta, o trabalho da corporação, agora, é procurar pelos mandantes do crime.

 

O homem, que é irmão do ex-jogador de futebol Fernando Baiano, teria marcado de se encontrar com as vítimas junto de um comparsa, de 39 anos, que está foragido, a pedido de fornecedores de cigarros do Paraguai.

About The Author

Related posts