::ACONTECEU VIROU NOTICIA:: APARECERAM NOVAMENTE. OS PAIS COBRAM SOLUÇÃO DEFINITIVA PARA A SITUAÇÃO EM UBERABA

 

Pais de alunos de tradicional escola particular de Uberaba estão preocupados com o surgimento de escorpiões na instituição. Conforme relatos, essa não é a primeira vez que acontece. No ano passado, os aracnídeos apareceram novamente. Os pais cobram solução definitiva para a situação.

O filho de cinco anos do empresário Felipe Valença Antunes estuda no local e desde o ano passado vem escutando relatos do surgimento de escorpiões. “Fico preocupado, sei que o veneno do aracnídeo é mais forte em crianças. Sempre que surge algum, a direção é comunicada. Percebendo a constância dessa situação e mesmo a escola dizendo que está tomando providências, vejo que não são suficientes, perto da quantidade de escorpiões”, diz.

No comunicado enviado aos pais, ao qual o Jornal da Manhã teve acesso, a escola relata as ações adotadas, inclusive junto ao Centro de Controle de Zoonoses, e que Uberaba passa por um surto de escorpiões. Porém, a chefe do Departamento de Zoonoses, Lara Rocha Batista, não confirma o surto. “Os agentes foram à escola, repassamos algumas orientações, fizemos vistoria e identificamos os possíveis pontos por onde podem estar saindo os escorpiões. Fizemos um relatório com os locais que deviam ser bem vedados e o repassamos à diretoria. Em relação a um possível surto de escorpiões, os números que temos comprovam que isso não está acontecendo, registramos esse ano a mesma demanda de anos anteriores”, explica Lara.

Por meio de nota, a instituição disse estar “comprometida em manter o espaço físico seguro para a prática educativa, adotou medidas de combate e prevenção contra a presença dos escorpiões nas dependências da escola. Ressaltamos, ainda, que essas ações são realizadas rotineiramente, a fim de preservar a integridade dos estudantes e colaboradores, e de orientar as famílias sobre os cuidados a serem tomados neste período”.

Inseticidas não devem ser usados contra o aracnídeo, alerta ZoonosesAs pessoas devem ter cuidados especiais no caso do aparecimento de escorpiões. A chefe do Departamento de Zoonoses, Lara Rocha, pede para que a pessoa não use inseticida, pois, se for aplicado de forma errônea, ao invés de impedir, pode estimular ainda mais o surgimento. A melhor atitude, se possível, é matar, de forma segura, o aracnídeo, com objeto que o esmague, pois este é um animal que tem a habilidade de se fingir de morto. Em caso de dúvidas, basta entrar em contato com o Departamento de Zoonoses pelo fone 3315-4173.

 

Fonte: JM

About The Author

Related posts